Você é a página de meu destino

escrever-carta

Você é a página mais linda que o destino escreveu na minha vida. Você é o sonho bom que a vida trouxe em suas asas, pousando dentro de meu coração.

Nosso amor é a flor que floresce incessantemente dentro de meu peito e o odor perfuma todo o ambiente quando seus olhos caem nos meus.

Quando o vejo ouço as canções de amor que vibram nas cordas do violino de meu coração e tenho medo que as pessoas ouçam esse imenso vibrar.

Sinto a impermanência do tempo quando encontro você e desejo intensamente parar o tempo para que esse momento se perpetue.

Minha alma canta ao ver você chegar, e o mundo todo desaparece com seu olhar no meu.

Meu amor por você tem todas as letras, palavras, pronúncias e sotaques de todas as línguas do mundo.

Creio que tudo nesta vida se renova, recomeça, tudo renasce. Por isso essa força que nos move em direção um do outro a cada vez mais neste e em outros dias e vidas que virão.

Somos a paz e a felicidade acontecendo a todo instante, e perdidos viveremos este amor infinito, sobrevoando o mundo e as vidas que ele traz.

Aquele beijo

dois jovens enamorados se beijando

Éramos jovens. Ele tinha dezenove anos e eu dezessete. Foi meu primeiro amor.

Desde o momento que o vi pela primeira vez, senti um aperto no peito e soube que ele seria importante para mim. Aliás, já era importante.

Sempre gostei de dançar, mas ele não. Ficava me olhando de longe e não tinha coragem para chegar.

Na primeira vez em que atravessou o salão e me convidou para dançar, meu coração disparou, minha mão suava frio o corpo todo tremia. Não conseguia controlar. Mas o dele também tremia. Nos olhamos nos olhos e lágrimas assomaram teimosas em nossos olhos. Já nos conhecíamos de outro espaço sideral. Estrelas pipocavam, a música era só nossa “Dio come te amo”, o salão ficou vazio e pudemos dançar sem olhares curiosos. Não conseguíamos pronunciar uma única palavra. Somente nossos corpos diziam nossos sentimentos. A orquestra parou e a magia se desfez. Ele ainda pareceu indeciso, não queria tirar o braço de minha cintura e continuava a me olhar. A boca não articulou palavra, mas o olhar me disse tudo. Daquele dia em diante seríamos namorados.

Jamais fui beijada daquele jeito. Os anos passaram. Tive vários namorados. Casei. Tive filhos, mas os braços que rodearam minha cintura, o olhar que cintilou estrelas diante de mim e os lábios que colaram nos meus, jamais encontrei.

Dizem os poetas que quando beijamos alguém e viajamos aos céus, tudo o que virá depois será perfeito. Nada pode ser mais convincente de que uma relação dará certo depois desse beijo paraíso.