A mina de ouro fechou

jair-bolsonaro-em-davos

Fechada a mina, a imprensa esperneia contra um bode expiatório, que lhe dê ibope. Mas, o Brasil segue em frente. Eles falam bobagens e amenidades e esquecem de noticiar ao povo brasileiro o mais importante.

Que tal seria falar do dólar que perdeu seu valor e com ele baixam gasolina, pão, remédios, alimentação e tantos outros. Por que não falar de que houve alta na Bolsa (sem sarcasmos ou sorrisinhos tolos no rosto) que atingiu seu recorde e dá ânimo a nossa combalida economia? Por que não denunciar os 580 mil usuários do Bolsa Família que saíram voluntariamente do programa porque certamente o estavam fraudando? E, claro, nem noticiaram o cancelamento do vergonhoso contrato do Ibama que gastava 30 milhões de reais por mês do nosso dinheiro, só com aluguel de carros?

E muito “sutilmente” esqueceram que a Ministra Damares cancelou um contrato irregular de 45 milhões de reais assinado no Governo passado. E nem falaram que o ministro Chefe da Casa Civil só numa primeira canetada, exonerou mais de 200 servidores nomeados pelo PT e que estavam ocupando cargos comissionados com salários altíssimos no Palácio do Planalto. E o melhor, a imprensa deu só uma notinha e deixou que as redes sociais a amplificasse: Houve revisão ou mesmo corte de 2,5 bilhões de reais em verbas que iam da Caixa Econômica para times de futebol e publicidade na mídia.

Tem mais ainda: finalmente abrem-se as caixas pretas do vergonhoso Sistema S e também as do Banco do Brasil, Caixa e dos bilhões que o BNDES deu para as empreiteiras, favorecendo o Rei O Cara e a Rainha da Mandioca e para as ditaduras dos apaniguados do PT.

Lembrando que o BNDES já devolveu ao Tesouro Nacional 100 bilhões nestes primeiros dias.

E, mais poderia ser noticiado: como o rombo criminoso nos Fundos de Pensão, fatos que ocorreram nos últimos quinze anos.

O Governo Bolsonaro, em seus primeiros dias, mostrou os desmandos dos governos do PT.

Enfim, porque não mostraram o vídeo feito pelo Governador de São Paulo, João Dória, levado a Davos para mostrar ao mundo a pujança do Estado. A fala sucinta do Presidente da República Jair Bolsonaro, que, aliás todos podiam entender, e falando tudo sobre o nosso país e o que se tem feito para melhorar.

Porém, eles se pegam em ressentimentos e inveja e preferem buscar assunto que não está esclarecido, posto que histéricos e carcomidos pela derrota preferem algo que possa detonar o governo que já fez muito nestes primeiros dias de mandato.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s