Crença em meus sonhos

contos

Acredito que vou ser uma escritora cada dia melhor. É o que amo fazer.  Isso mantém meu lado emocional tranquilo e sadio. Mas, não descuido do aprendizado. Leio muito, converso com outros escritores, aceito conselhos e assim vou burilando minha escrita.

A cada dúvida se sou boa o suficiente, o pensamento fixa-se em meus sonhos. Pretendo ter leitores que amem o que escrevo. Essa é a maior satisfação do escritor.  Às vezes, uma pequena voz fala comigo, dizendo que estou persistindo demais. Que meus sonhos não são razoáveis. Mas, logo depois ouço meu coração dizer que estudar, persistir e nunca deixar de tentar é o verdadeiro caminho daquele que ama o que faz.  Essa voz fala mais alto do que qualquer outra coisa.

Quando você se apaixona tudo gira em torno do objeto da paixão. Assim para mim é a escrita. Por vezes ela fica abafada pelas circunstâncias do cotidiano, dos resmungos daqueles que desejam mais atenção. Nesses momentos o pessimismo toma conta. Enfio-me num poço escuro e perco o elã da vida.

Somente o esforço hercúleo para não ouvir essas vozes e o pessimismo interno levanta meu ânimo e volto ao verdadeiro caminho da minha missão de vida.

Reflexiono sobre as necessidades de meu próximo, dou amor, mas volto à minha paixão. Ela me enriquece como ser humano e me faz ser melhor companheira daqueles que me acompanham na vida. A razão de outros por vezes me incomoda. “Tem que ser assim ou assado”. Não isto não dá certo. Qualquer escritor entenderá o que digo. É preciso perseguir seus sonhos. Somente persistindo nessa caminhada você conseguirá respirar o ar que veio receber nesta Terra.

Quando escrevo me transporto ao paraíso, sinto o pulsar do meu coração, meu corpo todo se aquece de amor e felicidade.

Eu tenho que escrever.

É difícil, às vezes. Quero dizer, há tantos escritores lá fora, e aqui dentro de sua vida tantos nãos, que o esforço se arrefece, a dor entristece. E a escrita não é uma opção fácil. É preciso pesquisa e dedicação. O importante é seguir em frente, desenvolvendo  as minhas habilidades e técnica. Sei que os obstáculos acirra a vontade e, mais, para mim  contribui com a criatividade, desta forma fico mais corajosa e obstinada.

Eu só sei que eu sou uma artista. Minha alma canta, dança e exulta com a arte de viver e meus escritos denunciam esse estado de ser.  O único desafio é encontrar meu tempo de solidão para desenhar meus escritos e contar minhas histórias.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s