Amor sem medida

 

Amor sem medida

Amor não tem medida…

Todo amor é feito desmedido,

Há o que ama pelos dois

E aquele que ama a si,

Na desmedida do amor

Segue a vida na medida

Amor embriaga a alma pura,

Nessa altura é a desmedida…

Onde ser amado desarma e amarga,

Contaminando a pureza da paixão,

Estragando a parte bela e sã,

Transformando em torta a relação

Na medida do monstro egoísmo

À imagem e semelhança de seu Eu

Alastra-se a praga na certa medida

Nos corações desamados e puros.

Esfria o coração puro pelo frio coração

Chacina perfeita na suave ilusão

Morte encomendada e poetada

Pobre morte apaixonada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s